3 redes sociais (muitas vezes) esquecidas pelas marcas

Instagram, Facebook e Youtube: sempre que falamos em social media, são estes os três os primeiros nomes que nos vêm à cabeça, mas existem outras redes sociais que poderão ser importantes para a sua marca. Neste artigo vamos falar sobre 3 redes sociais não tão utilizadas mas que podem encaixar-se perfeitamente no perfil da sua marca e ajudá-la a alcançar o seu público-alvo e obter melhores resultados.

Pinterest

O Pinterest funciona mais como um motor de pesquisa visual do que como uma rede social. É um ferramenta à qual as pessoas recorrem quando sabem o que querem fazer ou comprar, porém não têm a certeza da ideia ou produto em específico, tentando encontrar na plataforma soluções que ajudem a resolver a sua indecisão e que os inspirem.

São 3 os diferentes momentos em que as pessoas recorrem ao Pinterest:

  • Decisões do dia-a-dia;
  • Momentos sazonais (por exemplo: o Natal e a Páscoa);
  • Momentos da sua vida (por exemplo, durante a gravidez).

Quando uma marca decide investir nesta plataforma, o seu interesse principal é estar presente e fazer parte dos planos das pessoas, nos momentos em que estas necessitam de inspiração.
Ao estar presente numa plataforma como o Pinterest, os resultados que pode obter são direcionados para:

  • Aumento da notoriedade: estamos mais próximos do nosso público-alvo, em momentos importantes da vida dele e ainda podemos ser descobertos por mais pessoas;
  • Aumento das vendas: através das conversões vindas dos catálogos de shopping.

Segundo o próprio Pinterest, todos os meses, 300M pessoas usam a plataforma para:

  • 98% encontrarem algo novo;
  • 84% tomar uma decisão de compra;
  • 77% encontrar uma nova marca ou produto.

Apesar de ser menos utilizada do que o Instagram ou o Facebook, esta rede é um bom investimento para as marcas, essencialmente, dos sectores alimentar, decoração, beleza, design, entre outras.

Veja aqui todas as diretrizes do Pinterest para marcas.

TikTok

Esta rede social é a mais recente febre entre os adolescentes, estando a crescer exponencialmente nos últimos meses. É uma plataforma de vídeos curtos, onde o utilizador tem à sua disposição diversas ferramentas e recursos para tornar todos os seus conteúdos o mais interessantes e apelativos possível. Desde as famosas coreografias, aos desafios e ao lip sync, passando também por conteúdos educativos, o limite nesta rede social é a própria imaginação do utilizador.

O TikTok pode ser uma boa aposta para a sua marca pois:

  • Como ainda é uma plataforma relativamente recente, não existe muita concorrência, o que pode ser um aspeto positivo, pois permite-nos ter mais destaque na plataforma;
  • O público é bastante segmentado (jovens com idades compreendidas entre os 12 e os 25 anos, porém tem vindo a alastrar-se para outras faixas etárias, aproximando diferentes gerações), sendo o público-alvo de algumas marcas. Mas, mesmo que não seja o seu público-alvo, esse público pode agir como agente influenciador junto de quem tem o poder de compra e de que toma as decisões de compra.
  • Os conteúdos têm grande propensão de se tornarem virais, nomeadamente através, por exemplo, dos “duetos” ou dos desafios que são tão famosos nesta plataforma;
  • Permite uma comunicação mais fácil, eficaz e diferente, no que diz respeito ao tipo de conteúdo que pode ser partilhado.

Segundo dados apresentados no primeiro evento em Portugal sobre o TikTok, a rede social está já presente em 155 países e conta com cerca de 1,7 biliões de utilizadores em todo o mundo, sendo que 1,8 milhões desses utilizadores são de Portugal. Além disso, desde o mês de fevereiro, o TikTok teve um crescimento de 36% em Portugal, angariando 500 mil novos utilizadores em dois meses.

Twitter

Muitos são os que definem o Twitter como uma plataforma de microbloging. Nesta rede social é possível partilhar tweets (estados) contendo até 280 caracteres ou mesmo links, vídeos, fotografias, lives, opiniões, pensamentos, ou seja, tudo o que quiser partilhar. No Twitter, independentemente do que escrever, irá sempre encontrar alguém que se identifique consigo, acabando ser uma das melhores (se não a melhor) plataforma para criar comunidades.

É importante realçar que o Twitter é uma plataforma de fluxo contínuo de comunicação, maioritariamente escrita, onde os textos são curtos, semelhante a uma mensagem de texto. A plataforma acaba por funcionar muito à base do imediato e da partilha de informações rapidamente. Um tweet que as pessoas realmente comecem a gostar, pode rapidamente viralizar.

A verdade é que o Twitter pode ainda ser o canal que a sua marca necessita, uma vez que:

  • Podemos explorar outro tom de voz e criar um vínculo mais próximo e íntimo com o nosso público. No Twitter, os utilizadores procuram desabafar num tom, em que noutras redes seria considerado “estranho”. Desta forma, a marca poderá adoptar mais uma posição de “confidente”, a qual não seria tão bem interpretada nas demais plataformas;
  • Através das listas, que podem ser privadas ou públicas, podemos reunir conteúdos e partilhá-los com o nosso público ou até monitorizar as ações da nossa concorrência;
  • Devido ao seu poderoso motor de pesquisa, podemos acompanhar tendências ou monitorizar o que está a ser dito sobre assuntos que nos interessem através das hashtags, palavras-chave e trending tópicos (p.e. Óscares), segmentar e afunilar a nossa pesquisa tanto quanto for necessário;
  • É uma rede que, ainda que não seja muito utilizada em Portugal, tem muitos utilizadores ativos ao redor do mundo;
  • É a rede onde as pessoas procuram as breaking news e onde os media são muito ativos.

É importante realizar uma pesquisa sobre a presença do público alvo da marca e não apenas se deixar levar pelas plataformas que “mais famosas” e usadas. Perceber como é que a sua a marca se pode enquadrar e como crescer dentro de algumas destas plataformas através da partilha de bons conteúdos.

E, mesmo que hoje estas plataformas não façam parte da estratégia de marketing da sua marca, crie já a sua conta, para reservar o seu username. Há 5 anos atrás, provavelmente, a sua marca ainda não era muito ativa no Instagram. Hoje, o Instagram é uma das redes sociais mais utilizadas pelas marcas para alcançar os seus utilizadores.

Post a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *